Feedback Imprimir

Visão Geral

O Scriptcase oferece uma gama de aplicações que possibilita ao desenvolvedor criar um sistema completo, ainda permite a integração das aplicações com bibliotecas externas potencializando o poder da ferramenta no desenvolvimento de sistemas.

Veja abaixo os tipos de aplicações disponíveis.

  • Consulta – Aplicação para visualização de dados, esta aplicação possui o caráter de relatório onde podemos realizar exportações PDF, XLS, XML entre outros formatos.
  • Procedure – Semelhante a consulta, esta aplicação está disponível apenas para alguns bancos de dados (MSSQL Server, Oracle e Db2) ao selecionar a conexão, caso exista uma procedure que retorne informações será exibida esta aplicação especial.
  • Formulário - Aplicação para cadastro e atualização de dados, existem quatro orientações.
    • Único Registro – Um registro por página.
    • Múltiplos registros – Vários registros por página onde a interação com os dados pode ser feita em várias linhas ao mesmo tempo.
    • Grid Editável – Vários registros por página onde cada interação com os dados é realizada individualmente e as linhas estão habilitadas para edição.
    • Grid Editável View - Vários registros por página onde cada interação com os dados é realizada individualmente e as linhas estão desabilitadas para edição, para editá-las é preciso habilitar clicando no ícone de edição.
  • Abas – Esta aplicação permite a criação de abas onde podemos comportar outras aplicações como consultas e formulários.
  • Controle – Aplicação utilizada para criação de controles em um sistema, não é vinculada com tabelas, e necessita da criação de um ou mais campos para seu funcionamento. Um exemplo de utilização é na criação de uma tela de login.
  • Menu - Servem para criar uma estrutura hierárquica de navegação das aplicações do sistema. Existem dois tipos de menu disponíveis, Menu Horizontal e Menu Árvore, que diferem apenas na forma de visualização dos seus itens.
  • Filtro – Aplicação utilizada para criação de filtros exclusivamente para formulários.
  • Report PDF – Aplicação responsável por gerar relatórios utilizando formatos predefinidos, onde podemos posicionar os dados no relatório.
  • Dashboard – Permite exibir várias aplicações inseridas em widgets.
  • Blank – Esta aplicação permite a inserção de código PHP / HTML e exibe o resultado do processamento. A vantagem da utilização desta aplicação é a possibilidade de utilização das macros e a integração nativa com as demais aplicações.
  • Calendário – Aplicação onde podermos manter uma agenda de eventos podendo ser vinculado ao google calendar

Nova Aplicação

O processo de criação de uma aplicação é bem simples e intuitivo. Primeiramente selecione a aplicação desejada.

Lista de aplicações que pode ser criadas

Ao selecionar a aplicação irá exibir a tela abaixo.

Dados da Aplicação

Nesta aba você deve selecionar a conexão utilizada na aplicação. Ao selecionar a conexão as tabelas serão carregadas, e serão exibidas no campo Tabelas.

É possível selecionar mais de uma tabela na criação das aplicações, com exceção das aplicações formulário e calendário.

Após selecionar as tabelas e campos que deverão fazer parte da aplicação, você deve informar o nome da aplicação e selecionar o idioma.

Campos obrigatórios para a criação das aplicações

  • Conexão - Define a conexão usada para a criação da aplicação. Serão listadas as conexões existentes no projeto.
  • Tabelas - Define as tabelas que serão usadas na aplicação. (Formulário e Calendário podem utilizam apenas uma tabela)
  • Campos - Define os campos que faram parte das aplicações.
  • Comando Select - Exibe o comando select criado após selecionar as tabelas e campos. Este campo permite também a inserção de um SQL criado previamente, desde que utilize tabelas existentes na base de dados selecionada na conexão.
  • Nome - Nome da aplicação que está sendo criada, não pode conter caracteres especiais.
  • Localização - Idioma da aplicação que será criada. O idioma padrão do projeto vem selecionado automaticamente.

Relacionamento

Ao selecionar duas ou mais tabelas, a aba “Relacionamento” será exibida. Nesta aba podemos visualizar o relacionamento criado entre as aplicações, onde podemos editar os campos relacionados.

Tela de relacionamento das aplicações

Ao clicar em uma ligação, da tela acima, será exibido o formulário de edição dos campos relacionados, como você pode ver logo abaixo.

Campos relacionados

Editar Campos

Nessa aba será listado os campos que serão criados na aplicação, bem como seus nomes de exibição e tipos. Aqui podemos realizar pequenas configurações, como a alteração de seu nome de exibição e a alteração do seu tipo.

Caso tenha algum erro no SQL de criação da aplicação, esta tela ficará em branco.

Listagem de campos no processo de criação de aplicação

  • Campos - Nome dos campos na base de dados.
  • Label - Nome dos campos na visualização da aplicação gerada.
  • Tipo de dado - Tipo de dado do campo.
  • Grid - Define os campos disponíveis na consulta.
  • Filtro - Define os campos disponíveis no filtro.

Tema

Nessa tela você seleciona o tema que a aplicação irá utilizar. O tema padrão do projeto, que pode ser visualizado em Projeto > Propriedades, virá selecionado automaticamente.

Definição do esquema das aplicações

  • Tema - Lista de temas disponíveis no projeto.

Após todas as configurações feitas clique no botão “Criar”. Na próxima tela será exibido a configuração da aplicação criada.

Criar Aplicações em Lote

Com esta ferramenta é possível criar múltiplas aplicações (Formulários e Consultas).

Ao criar consultas e formulários utilizando essa tabela, as aplicações serão criadas com uma ligação de aplicação. Essa ligação de aplicação permite a edição do registro a partir da consulta.

Para iniciar a criação das aplicações devemos selecionar uma conexão, para que as tabelas sejam listadas. Em seguida, devemos selecionar as tabelas que serão utilizadas para a criação das aplicações. Ao selecionar uma tabela podemos definir quais aplicações (Formulários e Consultas) serão criadas.

Selecione as tabelas e aplicações que serão criadas

Ao avançar, você pode definir o nome e descrição da aplicação. Para os formulários você pode também alterar o tipo de exibição dele.

Ajustes das aplicações que serão criadas

  • Nome - Nome da aplicação que será criada.
  • Descrição - Descrição da aplicação
  • Tipo - Opção disponível apenas para os formulários, define o tipo de formulário que será criado (Único Registro, Múltiplos Registros, Grid Editável ou Grid Editável View)
    • Único Registro – Um registro por página.
    • Múltiplos registros – Vários registros por página onde a interação com os dados pode ser feita em várias linhas ao mesmo tempo.
    • Grid Editável – Vários registros por página onde cada interação com os dados é realizada individualmente e as linhas estão habilitadas para edição.
    • Grid Editável View - Vários registros por página onde cada interação com os dados é realizada individualmente e as linhas estão desabilitadas para edição, para editá-las é preciso habilitar clicando no ícone de edição.
  • Gerar fonte - Ao selecionar está opção todas as aplicações que estão sendo criadas terão seu código fonte gerado.
  • Editar - Ao selecionar esta opção todas as aplicações que estão sendo criadas serão abertas automaticamente no modo de edição, logo após a criação.

Após todas as configurações feitas clique no botão “Concluir”.

Restaurar Aplicações

Este recurso permite restaurar as aplicações do projeto que sofreram alterações recentemente. Ao salvar uma aplicação, o Scriptcase armazena automaticamente um número limitado de cópias desta aplicação para que possa ser restaurada.

O número de cópias informado acima pode ser alterado em Administração > Configurações do sistema > Opção Quantidade de cópias automáticas das aplicações.

Primeiramente você deve selecionar a aplicação que deseja restaurar.

Selecione a aplicação desejada

Posteriormente, você deve selecionar o ponto de restauração que deseja e definir um nome para essa aplicação restaurada.

Seleção do ponto de restauração e definição do nome da app

Salvar Aplicações

Esta opção salva a aplicação que está aberta no modo de edição. Esta opção pode ser encontrada dentro do menu Aplicações ou na barra de ferramentas padrão.

Gerar Fonte

Diferente do gerar código fonte encontrado no menu projeto, esta opção salva e gera o código fonte apenas da aplicação aberta no modo de edição. Esta opção pode ser encontrada dentro do menu Aplicações ou na barra de ferramentas padrão.

Executar

Salva e executa a aplicação que está aberta no modo de edição. Esta opção pode ser encontrada dentro do menu Aplicações ou na barra de ferramentas padrão.

Publicar Aplicação

Esta opção funciona da mesma forma que qualquer publicação, a única diferente é que esta opção publica apenas a aplicação que está aberta no modo de edição.

Para mais informações sobre a publicação, clique aqui.

Exportar Aplicações

Todas as aplicações de um projeto ou algumas aplicações podem ser exportadas. Nessa exportação, além das aplicações também é exportado os arquivos necessários para o funcionamento dessas aplicações selecionadas.

Esta opção pode ser encontrada dentro do menu Aplicação.

Primeiramente você deve selecionar se deseja exportar todas as aplicações ou se deseja selecionar algumas aplicações.

Exportar aplicações

Ao selecionar todas as aplicações, já será exibida a tela com o log de exportação e o link para download do arquivo gerado.

Neste exemplo, optamos por “Selecionar Aplicações”, neste caso as aplicações são listadas de acordo com o tipo ou pasta.

Lista de aplicações

Para prosseguir, selecione as aplicações desejadas e clique em exportar. Posteriormente será exibido um log dos arquivos exportados e um link para realização do download do arquivo gerado.

Log da exportação

Importar Aplicações

Permite importar aplicações criadas na mesma versão do Scriptcase. Esta opção pode ser encontrada dentro do menu Aplicação.

Após abrir a tela de importação de aplicação selecione o arquivo que deseja importar.

Selecionar arquivo para importação

Caso tenha algum conflito entre as aplicações que estão sendo importadas e as aplicações existentes no projeto, serão exibidas opções para que você possa definir as medidas que serão tomadas.

Tela de conflito na importação de aplicações

As opções são:

  • Sobrescrever - Sobrescreve os arquivos do projeto pelos arquivos que estão sendo importados.
  • Não Sobrescrever – Mantem os arquivos do projeto, ignorando os arquivos que estão sendo importados.
  • Renomear – Mantem os arquivos do projeto e importa os arquivos selecionados com os nomes definidos.

No próximo passo exibe um resumo do que será restaurado.

Resumo dos arquivos restaurados