Imprimir

Database Builder

Ferramenta que permite o gerenciamento do seu banco de dados dentro do Scriptcase. Esta ferramenta está disponível para conexões com: MySQL, SQLServer(que não seja ODBC), SQLite, Oracle e Postgres.

Primeiramente devemos selecionar uma conexão existem no projeto.

Esta ferramenta está pode ser acessada no menu Banco de dados.

As opções e configuração no database build dependem dos privilégios do usuário da base de dados e ao do banco de dados utilizado. Este artigo é baseado em uma conexão MySQL.

Acessando o Database Builder

Primeiramente selecionar a conexão (base de dados) que desejamos visualizar.

Tela de seleção da conexão

Em seguida, iremos para a tela principal do database build, onde poderemos acessar todas as funcionalidades disponíveis.

Tela principal do database builder

No canto esquerdo da tela, iremos visualizar algumas funcionalidades e a lista das tabelas, para um acesso rápido, da base selecionada.

DB

Permite visualizar a base de dados que está sendo acessada no momento. Aqui poderemos alterar a base de dados.

Para banco de dados que possuem restrição de acesso aos usuários, é necessário que o usuário utilizado na criação da conexão tenha acesso às demais base de dados.

Comandos SQL

Permite executar qualquer comando SQL, desde um comando select a comandos de criação e execução de uma procedure, por exemplo.

Neste caso iremos executar um SELECT simples.

Executar SQL

Abaixo da área de inserção de código poderemos visualizar um histórico dos comandos que foram executados.

Histórico de comandos executados

Se tudo ocorrer bem, ao executar o comando, será exibido o resultado da consulta, com a possibilidade de edição dos registros.

Resultado do SQL executado

Abaixo do resultado apresentado, iremos visualizar um resumo das tabelas utilizadas no SQL informando o número de linhas retornado, quantidade de campos ID entre outras informações, além do SQL executado.

Resumo das tabelas utilizadas

Para retornar para a tela principal do database builder selecione a tabela no breadcrumb no topo da página.

Importar Arquivos

Permite executar arquivos .SQL.

Executar SQL

Exportar Tabelas

Possibilita a criação de um dump da base de dados.

Exportação das tabelas

Devemos revisar as configurações padrão da exportação, para que possamos altera-las e adequá-las de acordo com nossas necessidades.

  • Saída - Ações de retorno da exportação
    • Abrir - Exibe todo o SQL gerado dentro do Scriptcase
    • Salvar - Gera um arquivo .sql
    • gzip - Gera um arquivo .sql.gz
  • Formato - Formato do arquivo criado
  • Base de dados - Define a utilização dos comandos referentes a criação da base de dados
  • Tabelas - Define a utilização dos comandos referentes a criação das tabelas
  • Dados - Define a utilização dos comandos de inserção dos dados.

Criar Tabelas

Possibilita a criação de tabelas através de uma interface simples e intuitiva, onde poderemos cria-las rapidamente.

Criar tabela

Alterar Base de dados

Possibilita alterar o nome da base de dados, seu collation padrão ou apagar a base de dados.

Alterar base de dados

Esquema de base de dados

Exibe um diagrama de relacionamento das tabelas da base.

Diagrama das tabelas

Privilégios

Edita os privilégios dos usuários para a base de dados atual.

Privilégios

Criar View

Possibilita a criação rápida de uma view, onde devemos informar apenas o nome e o select que será utilizado na view.

Criando uma View

Após salvar, poderemos visualizar o comando executado e a estrutura de view criada.

Resultado da criação da view

Todas as views criadas podem ser visualizadas junto as tabelas da base de dados

Lista de view e tabelas

Criar Procedure

Esta funcionalidade torna a criação de uma procedure ainda mais fácil. Os parâmetros devem ser informados como no exemplo abaixo, onde devemos informar obrigatoriamente o tipo do parâmetro (entrada e/ou saída), seu nome, o tipo de dado que vai receber ou retornar e seu tamanho.

Criando uma procedure

O comando executado será visualizado.

Log do comando executado na criação da procedure

Todas as procedures criadas podem ser visualizadas abaixo da lista de tabelas e views

Lista de procedure

Executando uma procedure

Existem duas formas para executar uma procedure dentro do database builder.

Ao visualizar a lista de procedures e fuctions, podemos clicar em seu nome. Seremos redirecionados para de chamada da procedure, onde devemos informar o parâmetro de entrada (caso esta procedure possua).

Chamar procedure através da lista

Em seguida será exibido o resultado da execução da procedure e o sql utilizado para tal.

Resultado da chamada da procedure

A segunda forma é usando a funcionalidade Comando SQL que nos permite executar qualquer comando SQL.

Neste caso, devemos utilizar o comando para a chamada de uma procedure: CALL nome_da_procedure(parâmetro).

Chamando procedure usando o comando SQL

Criação de Functions

Os parâmetros devem ser informados como no exemplo abaixo, onde devemos informar obrigatoriamente seu nome, o tipo de dado que vai receber e tamanho.

Devemos definir também o tipo de dados do retorno da function.

Criando uma function

O comando executado será visualizado.

Criando uma function

Executando uma function

Existem duas formas para executar uma function dentro do database builder.

Ao visualizar a lista de procedures e fuctions, podemos clicar em seu nome. Seremos redirecionados para de chamada da function, onde devemos informar os parâmetros (caso possua).

Chamar procedure através da lista

Em seguida será exibido o resultado da execução e o sql utilizado para tal.

Resultado da chamada da procedure

A segunda forma é usando a funcionalidade Comando SQL que nos permite executar qualquer comando SQL.

Neste caso, devemos utilizar o comando para a chamada de uma function: SELECT nome_da_function('parâmetro').

Chamando procedure usando o comando SQL